Minas Gerais debate retomada da economia verde no pós-pandemia

Com o tema Economia limpa e socialmente justa, a Semana do Meio Ambiente 2020 começou nessa quarta-feira (3). O evento é promovido pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e conta com apresentações e debates relacionadas ao assunto até o dia 5 de junho, com a realização de cinco webinars.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe, participou da abertura do evento, que tem como foco a construção de uma economia baseada em formas de produção mais limpas e socialmente justas pós-pandemia e a retomada da economia verde em Minas e no Brasil.

Para Roscoe, o governo estadual tem evoluído nas questões ambientais em conjunto com a Assembleia Legislativa de Minas Gerais. “Acredito que estamos no caminho correto, que é de apoio às iniciativas que visam proteger o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável”, afirma.

O líder industrial ressaltou que a Fiemg vem difundindo a Economia Circular, que gera receita e eficiência para a indústria, reduzindo desperdícios no processo de controle ambiental.

Durante o evento Roscoe anunciou que a Federação vai apresentar, nos próximos dias, um projeto de controle atmosférico do ar em Minas Gerais. “Estamos estudando para que o setor privado monte um monitoramento da poluição atmosférica no estado e entregue para o Governo operar. Precisamos ter uma rede integrada que relate a qualidade do ar em tempo real. Se conseguirmos implantar esse projeto, Minas Gerais será o primeiro estado a ter o controle integrado”, diz.

O governador do Estado, Romeu Zema, afirmou que Minas avançou na desburocratização ambiental e na digitalização dos processos. “Essas medidas trouxeram mais agilidade. É totalmente possível conciliar a preservação com o desenvolvimento econômico, basta aprimorar a legislação, a gestão e ter boa vontade”, pontua.

O deputado estadual Noraldino Júnior, presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da ALMG, lembrou que Minas Gerais vem enfrentando diversas dificuldades ambientais nos últimos anos, mas o governo estadual trouxe grandes avanços na área. Para o parlamentar, é essencial buscar um futuro com maior desenvolvimento respeitando a sustentabilidade. Júnior destacou a parceria da Semad com a Fiemg para o entendimento do setor produtivo sobre a importância da sustentabilidade, de trabalhar na gestão ambiental nas indústrias.

WEBINAR VIRADA AMBIENTAL

Na quinta-feira (4), a partir das 9h30, o Webinar “Desenvolvimento de uma economia verde pós pandemia: Direções e Tendências” contará com a abertura do secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Germano Vieira, e do presidente da Feam, Renato Brandão.

Desta vez, a palestra magna ficará a cargo do diretor executivo do Centro Brasil do Clima, o jornalista, escritor e ambientalista Alfredo Hélio Syrkis. Ele foi o primeiro secretário de meio ambiente da cidade do Rio de Janeiro e abordará o valor do menos carbono.

A Fiemg também fará uma apresentação sobre suas ações em busca de formas mais sustentáveis de produção e demonstrará cases de sucesso como as empresas CNH Industrial – Sete Lagoas, Duratex – Uberaba e Ouro Fino, Agrociência – Uberaba. O tema será apresentado pelo analista ambiental e coordenador da agenda de Economia Circular da FIEMG, Guilherme da Mata Zanforlin.

O evento será transmitido pelo Youtube do Meio Ambiente.

FONTE – Diário do Comércio, 03 de junho de 2020